NOITES DE PRAZER



Pela janela espio o silêncio da madrugada.

Uma brisa gelada atravessa pela fresta.

Meu corpo nu se arrepia e deixo-me envolver...

Fecho os olhos e sinto você beijando minha nuca.

Sussurrando sacanagens em meus ouvidos, provocando-me.

Suas mãos percorrem meu corpo, puro prazer!

As  lembranças de nossos momentos libertam minha libido.

Minhas mãos guiadas pelas suas, em meus pensamentos, acariciam meu corpo, sinto o prazer exalando, pego fogo!



Minha vagina quer sentir seu pênis penetrando, seu corpo pesando sobre o meu em movimentos de puro prazer...

Solta, me masturbo até o êxtase do gozo!

Abro os olhos e vejo você me admirando, como um voyeur...

Seu pênis ereto sob a calça revela seu tesão.

Abro a janela, você entra e joga-me sobre a cama.

Enquanto você tira sua roupa eu te provoco abrindo minhas pernas...

Escancarando para você, só para você, minha vagina molhadinha.

Você me ama, me devora, me arrebata com sua força e virilidade.

Nossos corpos saciados repousam banhados pela  fria névoa.

Testemunha de nossas noites picantes, insanas, de entrega total.

Nas frias e quentes madrugadas minha janela sempre estará aberta para você, meu insaciável voyeur...




11 comentários: