CORPO EM CHAMAS...


Tua pele a minha se mistura
Revelo em ti minha loucura
Meu corpo exala desejo
Dentro de mim teu gozo almejo

Devoro-te alucinada
Não importa mais nada
Quando de mim você se apossa
Entrego-te meu lado devassa

Adoro chupar seu pênis
Lambuzar-me em sua porra quente
Quero ser sua escrava, sua puta
Ao seu deleite me entrego absoluta

Em seu corpo cavalgo sem pudor
Mas não me fale em amor
Não sou do tipo que ama
Sou um corpo em chamas




Vem, devora-me...

6 comentários:

  1. Prazer e emoções experimentadas, flertes dos corpos, a estática, sentindo pelo, sentindo pele, querendo mais... parabéns Marcela, sempre muito envolvente seus versos. um beijo

    ResponderExcluir
  2. No comfortable smile with this perfectly illustrated, hot, fearless, yet poetic, as Chagas Neto says, flirtation of bodies. Brava!

    ResponderExcluir
  3. Me aqueces com palavras sedutoras,
    O teu corpo vive em chamas permanentes,
    Meu tesão por você não tem limites,
    Uma foda aliviaria bem a gente,
    Eu também não sou invólucro do amor,
    Gosto mesmo é de trepar com mulher quente.

    Bom dia Marcela, seus versos são deliciosos, e mexem com a minha imaginação poética, parabéns pelo seu excitante poema, um grande abraço deste seu Fã de Taubaté, MJ.

    ResponderExcluir
  4. hum marcela você tão formosa em seu jeito natural traz nas curvas do corpo o caminho do paraiso Sexy me leva em teu sorriso e me deixa louco com teus beijos pois na forma de desejo eu quero te encontrar simplesmente MULHER...

    ResponderExcluir
  5. Gostei, estou um pouco curioso e vim conhecer...
    Um grande abraço querida!

    ResponderExcluir